Skip to content

10 Golpes financeiros e como evitá-los

Quem nunca recebeu uma ligação suspeita ou conhece alguém que caiu num golpe digital que atire a primeira pedra.

Cartões digitais, aplicativos, sites e muito mais. Os avanços da tecnologia trouxeram uma série de benefícios para as nossas vidas. Por outro lado, essas facilidades nos deixaram muito mais expostos a riscos e os nossos dados mais suscetíveis à falta de privacidade.

Reunimos aqui alguns dos mais famosos golpes financeiros aplicados por mensagens (SMS), telefone, e-mail e whatsapp, incluindo dicas para você se prevenir.

Mas só seguir boas práticas não adianta. É importante saber também como agir, caso seja vítima de uma dessas fraudes.

Não se preocupe, preparamos este artigo para ajudar você. Confira agora tudo o que ainda não te falaram sobre 10 golpes financeiros e como ajudá-los.

 

Golpe do WhatsApp

golpe-do-whatsapp-instituto-de-longevidade-mag-meio

Geralmente, os golpistas se aproveitam de pessoas que divulgam seus números de contato em anúncios de lojas virtuais.

Eles enviam mensagens para o WhatsApp do cliente, se passando por funcionário da empresa do anúncio, alegando ser necessário alterar o cadastro.

Na sequência, solicitam um código enviado por SMS que, ao clicar, ativa sua conta de WhatsApp em outro aparelho de telefone (do fraudador) e pedem transferências e empréstimos aos seus contatos.

Previna-se!

  • Mantenha ativo o segundo fator de autenticação (WhatsApp > Ajustes > Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas);
  • Mantenha a versão do WhatsApp sempre atualizada;
  • Evite utilizar o WhatsApp em redes de wi-fi públicas e pouco confiáveis.

Fui vítima do golpe, e agora?

  • Procure a delegacia mais próxima e registre um Boletim de Ocorrência. Há também a opção de fazer online;
  • Envie e-mail para support@whatsapp.com com o assunto “Perdidos/Roubados por favor desative minha conta” e relate o ocorrido;
  • No corpo da mensagem, coloque o número de telefone com código do país e DDD (+55 11 99999-9999);
  • Na sequência, a empresa desativará seu WhatsApp por 7 dias;
  • Confira o extrato de suas contas e cheque se houve alguma utilização que não reconheça;
  • Caso encontre alguma inconsistência, informe imediatamente aos canais de atendimento dos bancos em que possui relacionamento.

Golpe do Falso Empréstimo

0bcddf00-8051-4ffd-9373-bbcdbfdf7d8eOs golpistas utilizam o nome e a credibilidade de Bancos, Financeiras e Correspondentes Bancários para ofertar empréstimos que não existem.

Nesses casos, eles solicitam um valor de “adiantamento” alegando que precisam arcar com custas cartorárias e administrativas, e somente, assim, podem executar a liberação do crédito.

Portanto, fique esperto! O Letsbank não solicita qualquer tipo de adiantamento de valores para concessão de empréstimos.

Previna-se!
  • Desconfie de solicitações de depósitos para contas de pessoa física e jurídica;
  • O Letsbank não necessita de qualquer tipo de valores de adiantamento e nem de fiador para disponibilização de linhas de crédito;
  • Não pague boletos antecipadamente, o Letsbank não disponibiliza boletos antes da disponibilização do crédito;
  • O Letsbank só faz empréstimos para Pessoas Jurídicas.

Fui vítima do golpe, e agora?

Se a situação acima aconteceu com você, então:

  • Procure uma delegacia e faça um Boletim de Ocorrência sobre o fato, fornecendo os dados e meios de contato que o golpista utilizou. É possível fazer um B.O. online também;
  • Contate imediatamente o seu banco para realizar as providências cabíveis.


Golpe da Falsa Central/Falso Funcionário

web.front-view-of-male-hacker-holding-smartphone-and-credit-card_0

Os golpistas entram em contato com os clientes, reproduzindo o número oficial dos canais de atendimento dos bancos. Eles dizem ser da área de segurança, e confirmam falsas transações nos cartões ou contas para passar a impressão de que o cliente foi vítima de fraude.

Então, direcionam o cliente a uma falsa URA, para que ele digite os dados e senhas, geralmente, alegando que necessitam dessas informações para tomada de ações necessárias.

Outra situação comum é pedir para que a pessoa instale um aplicativo em seu celular. Dessa forma, o golpista consegue acessar remoto o celular dela e realizar transações bancárias.

Previna-se!

  • Nunca digite sua senha ou forneça a terceiros pelo telefone;
  • Os bancos não necessitam ter conhecimento de sua senha para tomar qualquer ação de análise, em casos de fraude;
  • Se solicitarem para instalar qualquer aplicativo em seu celular, não faça e encerre a ligação. Os bancos não precisam que instale nada, além de seu App oficial;
  • Entre em contato com o banco por um telefone diferente daquele que foi utilizado para atender a falsa ligação.

Desconfiou da ligação recebida?

Caso desconfie da ligação recebida, não confirme qualquer dado pessoal e contate imediatamente o seu banco para adoção de medidas preventivas.

 

Golpe do Falso Brinde

Golpistas se passam por agentes de grandes empresas e contatam pessoas por WhatsApp, alegando ter um brinde a ser entregue em nome da empresa. Para agendamento da entrega do brinde, eles solicitam os dados cadastrais.

Na sequência, se dirigem ao endereço da pessoa contemplada e solicitam uma selfie da vítima, alegando que é uma forma de comprovar a entrega.

Contudo, a selfie faz parte de link de instituições financeiras para liberação de empréstimos.

Previna-se!

  • Cuidado com dados pessoais! Não forneça seus dados sem ter a certeza de que realmente é uma instituição que você é cliente;
  • Ao receber contato de que foi contemplado com brinde, certifique de que realmente a empresa está passando por alguma campanha nesse sentido;
  • Não tire selfie ou finger print de suas digitais em aparelhos de celular ou computadores de terceiros.

Fui vítima do golpe, e agora?

  • Registre um Boletim de Ocorrência relatando o fato;
  • Entre em contato imediatamente com a empresa pelos canais de atendimento oficiais e relate o ocorrido;
  • Contate a instituição financeira que liberou seu empréstimo e relate o ocorrido.

 

Golpe do Motoboy

motoboy-1000x600

Os golpistas entram em contato com clientes de bancos, utilizando o número oficial dos canais de atendimento da área de Segurança. Eles confirmam falsas transações nos cartões para passar a impressão de que o cliente sofreu fraude.

Então, direcionam o cliente a uma falsa URA, para que o cliente digite os dados e senha, alegando que necessitam dessas informações para bloqueio preventivo do cartão.

Por fim, mencionam que, para continuar a análise técnica, enviarão um motoboy para retirar o cartão, e orientam a cortá-lo ao meio.

Previna-se!

  • Nunca digite sua senha e nem forneça a terceiros pelo telefone;
  • Os bancos não necessitam ter conhecimento de sua senha para tomar qualquer ação de análise ou bloqueio preventivo do cartão;
  • Se lhe disserem que irão retirar o cartão, não forneça seus endereços. Diga que irá entrar em contato com as áreas de atendimento do banco para confirmação do ocorrido e desligue o telefone;
  • Entre em contato com o banco por um telefone diferente daquele que foi utilizado para atender a falsa ligação.

Desconfiou da ligação recebida?

Caso desconfie da ligação recebida, não confirme qualquer dado pessoal e contate o seu banco imediatamente.

 

Golpe do SIM/SWAP (Troca de chip)

ZeonDownloader-78743136

Os golpistas contatam as operadoras de telefonia celular dos clientes, munidos de seus dados, reclamam que o chip apresenta problemas ou que perderam o telefone celular. Assim, solicitam a habilitação de sua linha telefônica em outro chip.

Com um chip ativado com sua linha telefônica, eles têm acessos diversos para alteração de senhas bancárias, e-mails, WhatsApp e Redes Sociais, já que muitos códigos de recuperação de senha são enviados por SMS.

Previna-se!

  • Se perceber seu celular sem linha e internet fora da rede wi-fi, contate imediatamente sua operadora de telefonia e relate que pode ter sido vítima do golpe sim/swap;
  • Entre em contato imediato com seus bancos e relate o ocorrido. Solicite o bloqueio preventivo de suas contas e cartões.

Fui vítima do golpe, e agora?

Procure a delegacia mais próxima ou entre no site da Polícia Civil de seu estado para realizar um boletim de ocorrência. Importante, sempre informe:

  • Que sofreu o golpe do sim/swap;
  • Qual é sua operadora de telefone e todos os protocolos de atendimento da operadora;
  • Se houverem transações financeiras que não reconheça, informe banco, agência e conta, data, hora e valor das transações;
  • Procure seus bancos e relate sobre o golpe para adoção das medidas cabíveis.

Fraude Eletrônica (RAT Bancário)

O RAT bancário, Remote Access Trojan ou Trojan de Acesso Remoto, é um malware (vírus) utilizado pelos criminosos para assumir funções do computador ou celular da vítima com o objetivo de realizar transações eletrônicas passando-se pelo cliente.

Geralmente, após a infecção, os golpistas acompanham os acessos dos clientes ao APP e ao Internet Banking. Através do acesso remoto, eles realizam as transações no mesmo instante em que o cliente está “logado” em sua conta, assim, é muito difícil de detectar, uma vez que o acesso e as transações partem do mesmo dispositivo do cliente.

Previna-se!

  • Mantenha o antivírus e os sistemas operacionais atualizados em seu computador e em seu celular;
  • Evite abrir e-mails, SMS ou sites de fontes não confiáveis ou com endereços desconhecidos;
  • Tenha cuidado ao abrir conteúdos até mesmo de contatos conhecidos, afinal, eles também podem ter sofrido fraude e repassando o malware sem perceber;
  • Mantenha o firewall sempre ativo e configurado corretamente em seus dispositivos.

Fui vítima do golpe, e agora?

  • Procure a delegacia mais próxima e registre um Boletim de Ocorrência. Você pode fazê-lo online também;
  • Confira o extrato de suas contas. Se houver alguma utilização que não reconheça, contate o seu banco imediatamente para que providências sejam adotadas.

Fraude Eletrônica (RAT Bancário)

Geralmente, após a infecção, os golpistas acompanham os acessos dos clientes ao APP e ao Internet Banking. Através do acesso remoto, eles realizam as transações no mesmo instante em que o cliente está “logado” em sua conta, assim, é muito difícil de detectar, uma vez que o acesso e as transações partem do mesmo dispositivo do cliente.

 

Previna-se!

  • Verifique sempre se os dados do beneficiário correspondem aos de quem lhe vendeu/ofereceu produtos e serviços;
  • Veja se os primeiros três números da linha digitável correspondem ao banco da logomarca do boleto;
  • Confira se “Nosso Número”, “Cód. Beneficiário” e “Valor do Boleto” batem com os dados da linha digítavel;
  • Confirme se os dados do pagador conferem com os seus.

MicrosoftTeams-image (41)

Fui vítima do golpe, e agora?

  • Registre um Boletim de Ocorrência;
  • Entre em contato com o seu banco e o banco emissor do boleto e tente bloquear o valor.

Golpe do Falso Leilão

É um golpe praticado pela internet em que criminosos criam site falsos com fotografias de veículos para simulação de leilões on-line, aproveitando-se da credibilidade de empresas de leilão e de Instituições Financeiras.

Após efetuar o lance, a vítima recebe a informação de que venceu o leilão e arrematou o bem. Ela recebe um termo de arrematação, com instruções de pagamento e de retirada do veículo.

Após a transferência do valor ou pagamento de um boleto, o comprador não consegue mais qualquer tipo de contato com a empresa. Geralmente, o local de retirada do bem não existe ou é um terreno baldio.

Previna-se!

  • É possível identificar um site falso lendo atentamente as informações e identificando erros ortográficos ou erros nas especificações dos veículos;
  • Pesquise informações sobre o CNPJ e o endereço informados nos sites;
  • Desconfie de preços muito baixos, mesmo se tratando de leilão. Busque em vários leiloeiros os valores do veículo que deseja arrematar;
  • Pesquise as informações e a reputação da empresa em sites como Reclame Aqui e Procon;
  • Confira os dados do beneficiário do pagamento - os dados bancários devem estar relacionados ao leiloeiro. Em caso de divergência, não efetue o pagamento;
  • Se o suposto leilão estiver relacionado ao algum banco ou financeira, entre em contato para verificar se o leilão é válido.

Fui vítima do golpe, e agora?

Se a situação acima aconteceu com você, então:

  • Verifique se o site ainda está ativo e copie seu endereço (URL). Dê um “print” no portal e nas informações do veículo;
  • Providencie cópias dos termos de arremate, comprovante de transferência ou boletos;
  • Registe um Boletim de Ocorrência.

Senhas e Tokens

Você já deve ter ouvido algumas vezes que suas senhas são pessoais e intransferíveis, não é mesmo?

Um dos golpes mais praticados no sistema financeiro é a invasão de contas. Essa fraude só é possível se houver compartilhamento de senhas e tokens.

Assim, suas senhas não devem ser compartilhadas com ninguém e os tokens gerados pelos seus aplicativos bancários devem ser utilizados somente quando for realizar transações.

Previna-se!
  • Nunca forneça seus dados pessoais por e-mail, mensagens ou telefones;
  • Crie senhas fortes, com 10 caracteres ou mais, utilizando sempre letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais;
  • Não utilize datas comemorativas, aniversários ou informações que possam ser identificadas com conhecimento de seus dados;
  • Não utilize as mesmas senhas para múltiplos acessos, sejam eles Apps de Bancos, Redes Sociais ou e-mails.

Segurança Letsbank

Nós nunca entramos em contato com os clientes para solicitação de dados pessoais, senhas ou tokens por telefone ou e-mail. Qualquer ligação ou mensagem suspeita que receba, entre em contato conosco.

 

Conheceu mais sobre como se prevenir de golpes? Acompanhe nosso blog, siga a gente nas redes sociais e continue por dentro dos principais assuntos do mercado financeiro. 🚀